Aplicação

Recuperação contínua dos açúcares contidos no lodo proveniente da etapa de decantação em Usinas de Açúcar e Álcool, sendo o equipamento projetado para atender à capacidade de moagem de 8.000 até 10.000 TCD, a qual é determinada em função das condições de processo.

Sob consulta poderemos também atender outras aplicações como:

Desidratação do lodo gerado por estações de efluentes (ETE);

Desidratação do lodo gerado por estações de afluentes (ETA);

Desidratação de amido;

Desidratação de glúten;

Desidratação de sais inorgânicos;

Clarificação de sucos cítricos.

Princípio de funcionamento

O filtrado é extraído do equipamento continuamente em 3 (três) regiões distintas, através de um conjunto de duas esteiras, compreendendo drenagens por gravidade, por sucção a vácuo e por prensagem.

Descrição do funcionamento

O equipamento principal é totalmente montado com perfis estruturais em chassi monobloco autoportante, permitindo fácil manuseio e transporte, inclusive sem necessidade de balancim.

O lodo preparado com polímero é alimentado em uma caixa receptora e, por transbordamento, é depositado sobre a tela e transportado para as etapas de drenagem, compreendendo:

Drenagem por gravidade: o lodo é embebido com água através de tubo com bicos spray e, o caldo resultante é escoado através da tela por meio de gravidade.

Drenagem a vácuo: depois de drenado por gravidade o lodo passa por 6 (seis) caixas de sucção e é filtrado a vácuo.

Drenagem por prensagem: completada a drenagem a vácuo, finalmente o lodo é filtrado através da compressão das esteiras filtrantes.

Em seguida, a torta é destacada do conjunto de esteiras e estas são devidamente limpas através de um sistema de lavagem, removendose todas as impurezas remanescentes do processo e, preparando-as para iniciar um novo ciclo de filtragem.

As esteiras são mantidas esticadas através de cilindros pneumáticos tensionadores. Durante a operação, as esteiras são mantidas alinhadas dinamicamente através de um rolo posicionador comandado por outro cilindro pneumático.

O acionamento do filtro é realizado através de um tambor, cuja rotação é controlada por inversor de freqüência.

Materiais

Equipamento padrão
Esteiras em poliéster;
Estrutura em aço estrutural;
Tambor tracionador em aço carbono revestido com ebonite.

Opcionais
Revestimento com ebonite para os demais roletes de passagem das esteiras filtradoras;
Lubrificação automática e centralizada.

Tem alguma dúvida? Entre em contato Conosco.

Contato

Ficha Técnica

Preencha o formulário e faça download da ficha técnica.

Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de lançamentos e eventos.